PENSANDO EM UMA PICAPE? A GENTE ORIENTA VOCÊ COM TODA NOSSA BAGAGEM.

Pensando em uma picape? A gente orienta você para fazer o melhor negócio e não se arrepender depois. Pra começar, leve em consideração o tipo de carga e se os modelos mais em conta realmente são os ideais para o que você quer. Por exemplo: os modelos a diesel são mais caros, mas trazem vantagens sobre os outros combustíveis. Seja para trabalho ou para transportes ocasionais, prepare-se para ser sempre lembrado por amigos e parentes e se transformar no transportador oficial da família. Ou seja, ter a versatilidade do campo e cidade. Confira algumas análises preliminares que vão ajudar muito na escolha:

  • Tamanho da caçamba
  • Caçamba aberta ou fechada?
  • Motor a diesel x outros combustíveis
  • Se quer gastar menos, motor flex
  • Modelo menor, maior cuidado com acessórios
  •  Picape usada, cuidados extras
  • Considere o valor do seguro 
  • Confira nas redes sociais a opinião de outros consumidores
  • Atenção com os kits de manutenção

Tamanho da caçamba.
As picapes pequenas carregam até 500 kg, enquanto as médias possuem o dobro da capacidade, 1.000 kg. Não se esqueça de colocar um protetor de caçamba: materiais duros e pontiagudos podem tirar a tinta e dar início a pontos de ferrugem, o que depreciará bem o seu carro no momento da revenda.

Caçamba aberta ou fechada?

Depende do produto que você quer transportar. A capota marítima reduz a capacidade da caçamba, porque é instalada na altura das laterais. Já se você quer transportar grandes volumes e precisa se abrigar da chuva, o ideal são as capotas de fibra. Disponíveis em lojas de acessórios, contam com diversos modelos (com janela ou sem, escotilha no teto, porta-escadas). Uma boa pesquisa na internet ajuda você a encontrar a opção ideal.

Motor a diesel?

Esta opção exige mais investimento inicial, mas compensa por ser eficiente, principalmente para quem deseja o uso comercial.  Mais econômico e mais robusto, suporta melhor uma jornada pesada de trabalho. 

Economia? Motor Flex!
Quem deseja uma picape média com valor menor, os motores flex ou a gasolina custam cerca de R$ 20 mil a menos em relação aos modelos a diesel. O custo menor não é só por causa do motor, mas também pela possibilidade de se comprar um carro menos completo, com tração 4X2 (só em duas rodas), ou sem sistema de distribuição eletrônica de frenagem (EBD), farol de milha ou vidros elétricos, por exemplo.
Analise gastos como o combustível (maiores na picape flex), o tipo de uso e a depreciação na hora da revenda.

Modelo menor? Atenção aos acessórios!

Deseja uma picape pequena? Preste atenção porque, além da potência e do torque do motor, os preços flutuarão também em relação aos acessórios. Avalie bem as várias opções do mercado e compare o que cada uma oferece: ar-condicionado, direção hidráulica, protetores de caçamba e capotas marítimas têm valor alto.

Se for carregar muito peso, uma suspensão com feixe de molas pode ser mais indicada. Se for carregar mais volume do que peso, molas helicoidais na traseira podem trazer mais conforto aos ocupantes da cabine.

Picape usada, cuidados extras.
Se for comprar uma picape usada, faça um check-up na suspensão antes de fechar o negócio. Verifique detalhadamente o estado das molas, amortecedores e batentes da suspensão traseira. Verifique os mesmos itens na suspensão dianteira e acrescente a verificação dos pivôs, borrachas das bandejas e terminais de direção, que são os que mais se desgastam quando se ultrapassa a carga máxima. Observe também se não há vazamentos de óleo do motor, câmbio ou caixa de direção hidráulica. Se a picape for de tamanho médio lembre-se que o preço dos pneus é significativo: pneus gastos ou deformados geram trepidações, pois não aceitam balanceamento. Para finalizar, um test-drive poderá indicar algum barulho ou anomalia que a inspeção visual não detectou, como, por exemplo, uma trinca no chassi, um ruído estranho no motor ou mesmo uma embreagem com folga.

O valor do seguro compensa?
Antes de fechar negócio, consulte o valor do seguro. O modelo do carro e o perfil do motorista podem alterar o valor da apólice em até 50%. Alguns modelos têm alto índice de roubo, o que acaba encarecendo o seguro. Opte por um valor de franquia mais baixo, principalmente dos veículos importados, que costumam ser muito caros.

Kits de manutenção também impactam.
Compare o preço dos kits de manutenção de cada marca: você vai se surpreender por encontrar diferenças de mais de 100% em óleos, filtros, pastilhas e discos de freio. Cadeado no estepe e fechadura na tampa também são importantes em relação à segurança do seu patrimônio. E precisando de mais orientações, consulte a gente. Aqui, tá sempre azul pra você! www.azulveiculos.com.br

Share: