Lavagem e higienização do seu carro:

Como dar um toque profissional.

Comece pelas preliminares.

Para uma higienização automotiva perfeita é preciso alguns truques preliminares que facilitam o trabalho e evitam que tudo vá por água abaixo. Em primeiro lugar, tire o carro do sol. Além de evitar o desconforto de lidar com um automóvel quente na hora da limpeza, essa medida ainda ajuda na conservação da pintura (que pode ser danificada se a lavagem for iniciada com a lataria quente).

Em seguida, enquanto o carro esfria, organize suas tarefas, sem bagunça. Deixe disponíveis todos os equipamentos necessários, facilitando o acesso, como mangueira, aspirador, panos, escovas e baldes, entre outros. Ao mesmo tempo, organize tudo em uma caixa, deixando-os sempre à mão. 

Utilize produtos adequados para a limpeza, porque sabão e detergente comuns podem causar danos como manchas na pintura, tirando o brilho da cor do veículo e das forrações. E também use esponjas e panos apropriados, para evitar qualquer tipo de risco na lataria. E, finalmente, retire pulseiras e anéis para impedir que danifiquem a pintura e os tecidos do veículo, além de evitar qualquer risco de ferimentos.

Lave a parte externa seguindo uma ordem de sequência.

Com o veículo frio, procure lavá-lo seguindo uma sequência lógica. Primeiro, o teto, porque assim a sujeira desce para onde ainda não foi limpo. Depois, você pode ir para a parte dianteira, lavando em seguida a parte traseira e as laterais. Deixe os pneus e as rodas por último. Assim, você elimina a sujeira de cima para baixo, evitando que ela volte para peças já lavadas.

Use mais o balde que a mangueira.

Você economiza muito!

Prefira o uso de baldes na lavagem do seu veículo, reservando a mangueira apenas para a sujeira mais pesada. Dessa forma, você consegue evitar que o local onde está trabalhando fique excessivamente molhado, ao mesmo tempo em que economiza água.

Em um balde, portanto, faça a diluição correta do produto de limpeza automotiva de sua preferência — basta seguir as instruções indicadas no rótulo. Com a esponja, espalhe a solução pela lataria, esfregando suavemente e concentrando um esforço maior onde houver sujeira incrustada. Em seguida, use outro balde, agora com água limpa, para o enxágue.

Concluída a lavagem externa, seque a lataria com um pano macio, preferencialmente de microfibra, que é o material apropriado para essa finalidade. Se quiser dar um toque a mais de capricho, finalize com a aplicação de uma camada de cera, que também deve ser removida com um pano macio. Ao terminar essa etapa, é hora de partir para a limpeza interna.

Aspire todos os cantinhos.

Antes de começar a limpeza interna, retire todos os objetos de dentro do carro, além de resíduos e tapetes, que precisam ser lavados externamente com água e sabão e só devem ser recolocados no veículo depois de bem secos. Em seguida, capriche no uso do aspirador, buscando alcançar todas as frestas. Em geral, os aspiradores de pó contam com acessórios que facilitam essa tarefa.

Se você combinar o uso de uma escova macia nos bancos e nas forrações internas com a aspiração, melhor ainda. E os mesmos cuidados que você adotar na limpeza da cabine do veículo repita no porta-malas.

Procure manchas e sujeira acumuladas.

Após a limpeza com o aspirador de pó, procure por manchas nos bancos, nos forros das laterais e do teto, além de sujeiras que possam ter se acumulado em frestas e cantinhos mais inacessíveis. Para as manchas, tem produtos em spray que facilitam bastante a remoção e evitam que você danifique os tecidos com receitas caseiras ou produtos inadequados. A sujeira acumulada naqueles pontos em que o acesso é mais difícil pode ser removida com escovas e pincéis.

É importante salientar que o uso de água na limpeza interna do veículo deve ser evitado ao máximo, uma vez que a secagem é mais demorada em ambientes fechados. E você não quer provocar mofo e cheiros indesejáveis no seu carro. Muito pelo contrário. Portanto, só produtos adequados e panos umedecidos.

Agora, os painéis.

Os painéis dos veículos merecem atenção especial porque ficam expostos ao sol e ao acúmulo de sujeira. Além disso, como são muito visíveis, é importante que eles fiquem tão limpos quanto a lataria. Para chegar a um bom resultado, você pode iniciar a limpeza do painel com um pano seco, retirando a poeira mais superficial. Em seguida, remova a sujeira mais pesada com um pano úmido. Não se esqueça de limpar o porta-luvas e os porta-objetos com o mesmo cuidado.

Mais uma vez, vale destacar que o uso de sabão e detergente convencionais pode provocar manchas no material dos painéis. Portanto, evite-os. Você pode fazer um acabamento na limpeza do painel com silicone líquido, que dará um aspecto de novo às superfícies.

Limpe os vidros com os produtos certos.

A limpeza dos vidros na parte externa pode ser feita junto com a lavagem da lataria. Porém, se houver manchas ou sujeira acumulada, tenha um cuidado especial tanto na limpeza externa quanto interna.

Na parte interna, faça a limpeza superficial utilizando um pano macio para retirar a poeira e o excesso de oleosidade. Em seguida, aplique um limpa-vidros apropriado, seguindo as instruções da embalagem. Se houver necessidade, você pode aplicar o produto também na parte externa.

Atenção! Limpe um vidro de cada vez, para maior eficiência no processo. 

Na higienização interna, prefira produtos anti-embaçantes em dias de chuva ou no uso do ar-condicionado.

Share: